Discriminação entre solos formados em região transicional por meio de sua resposta espectral

  • Everson Cezar
  • Marcos Rafael Nanni
  • Marcelo Luiz Chicati
  • Roney Berti de Oliveira
  • José Alexandre Melo Demattê

Abstract

Os levantamentos pedológicos são amplamente utilizados nos mapeamentos de solo por serem métodos confiáveis, no entanto, apesar de tal vantagem são demorados e trabalhosos. Dentro deste contexto, surge o sensoriamento remoto como uma técnica rápida e promissora capaz de auxiliar nos levantamentos, de forma a tornar o processo mais dinâmico. O objetivo deste trabalho foi avaliar a possibilidade de discriminação de cinco classes de solos localizadas no planalto de Apucarana por meio de suas respostas espectrais. Foi estabelecido um grid de 500 m x 500 m a partir do qual coletaram-se amostras de 0-0,2 m e de 0,8-1,0 m de profundidade. As reflectâncias foram obtidas com o FiedSpec 3 jr, na faixa de 350 a 2500 nm. Equações Discriminantes e simulações foram geradas a partir das respostas espectrais das amostras de solo. Das 88 variáveis avaliadas apenas 8 foram selecionadas pelo procedimento STEPDISC para fazerem parte dos modelos. As equações discriminantes geradas foram testadas, obtendo-se matrizes de confusão, as quais apresentaram acerto acima de 70% para cada classe de solo. Da mesma forma, equações discriminantes simuladas foram geradas, obtendo-se melhores resultados de reclassificação quando utilizados dados que fizeram parte da geração do modelo (60%) em comparação com os dados independentes do modelo (40%). Os resultados mostraram que a análise discriminante foi capaz de reclassificar as amostras de solo dentro de suas respectivas classes de forma satisfatória, sendo possível empregar-la em ambientes retrabalhados.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2013-06-04
How to Cite
Cezar, E., Nanni, M. R., Chicati, M. L., Oliveira, R. B. de, & Demattê, J. A. M. (2013). Discriminação entre solos formados em região transicional por meio de sua resposta espectral . Bioscience Journal , 29(3). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/14363
Section
Agricultural Sciences