Assembleia de mamíferos não voadores da reserva biológica serra do Japi, Jundiaí, São Paulo, sudeste do Brasil

  • William Douglas de Carvalho Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Maíra Sant'Ana de Macedo Godoy Mestranda em Biologia Animal do Instituto de Biologia da Universidade Fedral Rural do Rio de Janeiro.
  • Cristina Harumi Adania Coordenadora de fauna da Associação Mata Ciliar
  • Carlos Eduardo Lustosa Esbérard Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Abstract

A Reserva Biológica da Serra do Japi (REBIO) pode ser considerada área prioritária de preservação, pois representa uma das últimas grandes áreas de floresta contínua do estado de São Paulo. O objetivo deste trabalho foi inventariar a comunidade de mamíferos desta reserva, empregando-se diferentes metodologias não-invasivas de amostragem. As amostragens foram realizadas durante os períodos de julho/agosto de 2009 e janeiro/fevereiro de 2010 utilizando as metodologias de armadilha fotográfica, parcelas de areia, procura por rastros, coleta de fezes para microscopia de pêlos e procura por vestígios de mamíferos. A REBIO apresentou uma riqueza de 34 espécies de mamíferos não-voadores, sendo duas espécies domésticas, distribuídas em oito ordens e 21 famílias. O maior número de espécies foi identificado pela metodologia de parcelas de areia (n = 18) seguida de visualização (n = 17), identificação de rastros (n = 14), armadilhas fotográficas (n = 9) e coleta de fezes (n = 10). Apesar de ser uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, a REBIO sofre com intensa visitação de turistas e "trilheiros", principalmente nos finais de semana, já que existe permissão de visitas monitoradas pelo órgão gestor. No presente estudo, espécies que podem indicar perturbação da biodiversidade, como Hydrochoerus hydrochaeris e Didelphis aurita, não apresentaram alta frequência de captura, demonstrando que apesar da invasão de espécies exóticas, domésticas e da pressão antrópica, a área apresenta relevante grau de preservação.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

William Douglas de Carvalho, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Doutorando em Biologia Animal, graduado em Zootecnia. Aluno do Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal do Instituto de Biologia da UFRRJ. Departamento de Biologia Animal.
Maíra Sant'Ana de Macedo Godoy, Mestranda em Biologia Animal do Instituto de Biologia da Universidade Fedral Rural do Rio de Janeiro.
Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Metodista de São Paulo (2009). Atualmente é estagiária do Laboratório de Diversidade de Morcegos na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Biologia Geral, Zoologia e Ecologia, atuando principalmente nos seguintes temas: linhas de atuação da instituição, enriquecimento ambiental de animais cativos, manejo de silvestres para exames físicos e químicos, contenção química, inventário de fauna
Cristina Harumi Adania, Coordenadora de fauna da Associação Mata Ciliar
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1985) e mestrado em Reprodução Animal pela Universidade de São Paulo (2002).
Carlos Eduardo Lustosa Esbérard, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
phD em Ecologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Doutor em ecologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Mestre em Biologia Animal pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Santa Ursula. Atualmente é professor Adjunto III do Departamento de Biologia Animal da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.
Published
2013-09-13
How to Cite
Carvalho, W. D. de, Godoy, M. S. de M., Adania, C. H., & Esbérard, C. E. L. (2013). Assembleia de mamíferos não voadores da reserva biológica serra do Japi, Jundiaí, São Paulo, sudeste do Brasil . Bioscience Journal, 29(5). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/14258
Section
Biological Sciences