Cereal grains and glycerol in Agaricus blazei cryopreservation = Grãos de cereais e glicerol na criopreservação de Agaricus blazei

Henrique Susumu Tanaka, Talita Rafaele D’Agostini Mantovani, Mateus Pasko dos Santos, Giani Andrea Linde, Nelson Barros Colauto

Resumo


Agaricus blazei é um basidiomiceto de importância comercial amplamente estudado quanto à sua atividade biológica. Entretanto, pouco foi estudado sobre as técnicas de preservação deste basidiomiceto, sendo a criopreservação uma alternativa. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos físicos e químicos de diferentes meios de cultivo e do glicerol na criopreservação de A. blazei à -20 ºC e à -70 ºC. Foi usado meio de cultivo sólido composto por ágar com farinha de grãos inteiros de cereais (trigo textura dura ou semidura ou centeio textura dura) ou ágar extrato de malte, ou grãos de cereais inteiros (trigo textura dura ou semidura ou centeio textura dura) sem ágar. Os meios de cultivo tiveram adição de glicerol (zero ou 5%). Grãos ou discos de meio de cultivo contendo o micélio foram transferidos para criotubos com glicerol a 5%, ou com ou sem água, sendo, em seguida, criopreservados (-20 ºC ou -70 ºC). Após um ou dois anos de criopreservação foi avaliada a viabilidade do fungo. Os resultados mostraram que a estrutura física de grãos inteiros de trigo semiduro ou duro é efetiva (p≤0,01), quando em -70 ºC para criopreservação por dois anos, assim como o uso de glicerol tanto no meio de cultivo ou como solução crioprotetora (p≤0,01). A criopreservação a -20 ºC mostrou-se ineficaz (p≤0,01) na manutenção da viabilidade do fungo.

Palavras-chave


Agaricus brasiliensis; Agaricus subrufescens; substrate; freezing; osmotic strength

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Bioscience Journal
ISSN 1981-3163 - Versão Online
ISSN 1516-3725 - Versão Impressa
Universidade Federal de Uberlândia
Av. Para, 1720
Bloco 2U - Sala 24
Campus Umuarama
B. Umuarama
38400-902 - Uberlândia, MG, Brasil
Fone: +55-34-3218-2546
biosciencej@ufu.br