“É isso o Brasil. Alguém precisa pôr ordem nessa bagunça”: Chico Buarque entre a história e a literatura

  • Denilson Botelho

Resumo

Muitas são as portas de entrada para o universo da literatura. Uma delas é a da história social, habitualmente interessada em examinar o texto literário como fonte e documento sobre um tempo histórico específico. Atenta às dinâmicas e engrenagens que envolvem o seu processo de produção, a história encara a ficção literária como ato social concreto, modo pelo qual o escritor intervém na sua realidade e participa do movimento da história, o que não o impede de ― nem o obriga a ― desenvolver outras formas de ação efetiva. Para Judith Lyon-Caen, por exemplo, a literatura é um modo de estar no mundo e de com ele interagir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denilson Botelho

Doutor em História Social pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Professor do Departamento de História da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), onde atua nos cursos de graduação e pós-graduação em História bem como no Mestrado Profissional em Ensino de História. Autor, entre outros livros, de A pátria que quisera ter era um mito: história, literatura e política em Lima Barreto. 2. ed. Curitiba: Prismas, 2017. 

Referências

BUARQUE, Chico. Essa gente. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

BUARQUE, Chico. CD Caravanas. Biscoito Fino, 2017.

DUARTE, Adriano e BOTELHO, Denilson. Por uma história social da literatura. In: FONTINELES, Claudia Cristina da Silva, SOUSA NETO, Marcelo de, SILVA, Ronyere Ferreira da e EVERTON, Sthênio de Sousa (orgs.). Ateliê da História. Teresina-São Paulo: Edufpi/Mentes Abertas, 2019.

LYON-CAEN, Judith. La griffe du temps: ce que l’histoire peut dire de la littérature. Paris: Gallimard, 2019.

WILLIAMS, Raymond. A cultura é algo comum. In: Recursos da esperança: cultura, democracia, socialismo. São Paulo: Editora Unesp, 2015.

WILLIAMS, Raymond. O artista romântico. In: Cultura e sociedade: de Coleridge a Orwell. Petrópolis: Vozes, 2011.

Publicado
2020-06-10
Como Citar
Botelho, D. (2020). “É isso o Brasil. Alguém precisa pôr ordem nessa bagunça”: Chico Buarque entre a história e a literatura. Artcultura, 22(40), 309-314. https://doi.org/10.14393/artc-v22-n40-2020-56982
Seção
Resenhas