Por uma historiografia da arquitetura teatral moderna e contemporânea no Ocidente

  • Evelyn Furquim Werneck Lima
Palavras-chave: historiografia da arquitetura, arquitetura teatral, história do espaço teatral

Resumo

Um exame acurado da história ocidental da arquitetura teatral no período moderno e contemporâneo comprova a quase completa ausência de obras críticas, demandando urgentes estudos historiográficos que ampliem as pesquisas nessa área. Os historiadores da arquitetura nos séculos XX e XXI quase não se dedicam ao estudo do edifício teatral ― um objeto recorrente de tratados canônicos no Renascimento e no século XVII. Fundamentado nos conceitos historiográficos de Michel de Certeau, este artigo objetiva analisar processos metodológicos e ideológicos aplicados por três historiadores da arquitetura e três teóricos do teatro, que abordaram o tema de alguma maneira e sob diferentes aportes teóricos, no sentido de argumentar que a historiografia da arquitetura para as artes performáticas modernas e contemporâneas é praticada na contemporaneidade por teóricos do teatro com maior intensidade do que pelos historiadores da arquitetura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evelyn Furquim Werneck Lima

Doutora em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora do Centro de Letras e Artes e do Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio). Pesquisadora do CNPq e da Faperj. Autora, entre outros livros, de Arquitetura, teatro e cultura: revisitando espaços, cidades e dramaturgos do século XVII. Rio de Janeiro: Contracapa/Faperj, 2012.

Referências

ALBERTI, Leon Battista. Da arte edificatória. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2011.

ARGAN, Giulio Carlo. L´arte moderna 1770-1970. Firenze: Sansoni, 1984.

ARGAN, Giulio Carlo. Walter Gropius e a Bauhaus. Rio de Janeiro: Editora José Olympio, 2005.

Arquitextos, ano 07, out. 2006, disponível em <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/07.028/3300?page=4>.

ASSENNATO, Marco. Une marseillaise sans Bastille à prendre: Manfredo Tafuri enquête par la philosophie. Doctorat en formation initiale. Université Paris-Est, 2017.

CARLSON, Marvin. A cidade como teatro, ver O Percevejo Online, v. 1, n. 4, Rio de Janeiro, jul.-dez., 2012. Disponível em <http://www.seer.unirio.br/index.php/opercevejoonline/article/view/2412/1954>.

CARLSON, Marvin. Places of performance: the semiotics of theatre architecture. Ithaca: Cornell University Press, 1989.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1998.

CERTEAU, Michel de. A operação historiográfica. In: A escrita da história. Rio de Janeiro: Forense, 1982.

CHOAY, Françoise. A regra e o modelo. São Paulo: Perspectiva, 1985.

COHEN, Jean-Louis. The future of architecture: since 1889. London and New York: Phaidon Press, 2011.

CORVIN, Michel. Polieri, créateur d’une scénographie moderne. Cahierd’exposition. Dirigé par Noëlle Guibert. Paris: Bibliothèque Nationale de France, 2002.

ECO, Umberto. A estrutura ausente. São Paulo: Perspectiva, 1987.

FRAJNDLICH, Rafael Urano. Dois projetos nos anos de formação de Manfredo Tafuri. Pós, v. 23, n. 39, São Paulo, jun. 2016.

FRAMPTON, Kenneth. História crítica da arquitetura moderna. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

FRAMPTON, Kenneth. Modern architecture: a critical history. 3rd edition reprint. London: Thames and Hudson, 1996.

FRAMPTON, Kenneth; ALLEN, Stan; FOSTER, Hal. A conversation with Kenneth Frampton. October, v. 106, Cambridge, set./dez. 2003.

GONCALVES, Denise. Uma história da historiografia de arquitetura – texto e imagem na definição de uma disciplina. ArtCultura: Revista de História, Cultura e Arte, v. 12, n. 20, Uberlândia, jan.-jun. 2010.

HANNAH, Dorita. Event-Space: theatre architecture and the historical avant-garde. Londres-Nova York: Routledge, 2019.

LE GOFF, Jacques. História e memória. 5. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2003.

LEACH, Andrew. Choosing history: a study of ManfredoTafuri’s theorisation of architectural history and architectural history research. Tese (Doutorado) – Universitait Ghent, Ghent, 2005.

LIMA, Evelyn Furquim Werneck e CARDOSO, Ricardo B. Arquitetura e teatro: o edifício teatral de Andrea Palladio a Christian de Portzamparc. Rio de Janeiro: Contracapa/Faperj, 2010.

LIMA, Evelyn Furquim Werneck et al. Arquitetura teatral contemporânea no Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, UniRio/CAU/RJ, 2017 (documentário).

LIRA, José Tavares Correia de. Arquitetura, historiografia e crítica operativa nos anos 1960. In: SEGREET, Roberto et al (orgs). Arquitetura + Arte + Cidade: um debate contemporâneo. Rio de Janeiro: Viana & Mosley/Prourb, 2010.

MACKINTOSH, Iain. Actor, audience and architecture: theatre concepts. Routledge: London, 1993.

MCAULEY, Gay. Space in performance: making meaning in the theatre. Ann Arbor: University of Michigan Press, 1999

MICHELIS, Marco de. Manfredo Tafuri e a morte da arquitetura. In: D’AGOSTINO, Mário Henrique Simão, RETTO JR, Adalberto da Silva e FRAJNDLICH, Rafael Urano (orgs.). Atas do Seminário Internacional Construção de um Programa: Manfredo Tafuri, seus leitores e suas leituras, São Paulo: FAU/USP, 2018.

MOMETTI, Felice. Ideologia come architettura. Manfredo Tafuri e lastoria critica. Scienza & Politica, v. XXV, n. 47, 2012.

MOREIRA, Rafael. Tafuri e Portugal: uma recordação. In: D’AGOSTINO, Mário Henrique Simão, RETTO JR, Adalberto da Silva e FRAJNDLICH, Rafael Urano (orgs.). Atas do Seminário Internacional Construção de um Programa: Manfredo Tafuri, seus leitores e suas leituras, São Paulo: FAU/USP, 2018.

PEARSON, Mike; SHANKS, Michael. Theatre/Archaeology. Londres-Nova York: Routledge, 2001.

Projeto Design, edição 409, 2014.

RAMOS VÁZQUEZ, Fernando G. Sobre a erudição (parte 2/4). As primeiras histórias sobre a arquitetura moderna. Arquitextos, ano 16, ago. 2015. Disponível em <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/16.183/5659>.

TAFURI, Manfredo. Architettura e storiografia. Una proposta di método. Arte Veneta XXIX, 1975. Disponível em <https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/2966170/mod_resource/content/1/TAFURI_Arquitetura%20e%20Historiografia.pdf>.

TAFURI, Manfredo. Per una critica dell’ideologia archittettonica. Contropiano, Materiali marxisti, n. 1, 1969.

TAFURI, Manfredo. Progetto e utopia: architettura e sviluppo capitalístico. Bari: Laterza, 1973.

TAFURI, Manfredo. Teorie e storia dell’archittetura. Bari: Laterza, 1968.

TAFURI, Manfredo. The sphere and the labyrinth: avant-gardes and architecture from Piranesi to the1970s. Cambridge, MA and London: MIT Press, 1987.

TOURNIKIOTIS, Panayotis. The historiography of modern architecture. Cambridge, Mass: The MIT Press, 1999.

VÁZQUEZ RAMOS, Fernando G. O desenho e a arquitetura em Leon Battista Alberti e Giorgio Vasari. Anais do VII Encontro de História da Arte, Unicamp, 2011.

WILES, David. A short history of western performance space. Cambridge: Cambridge University Press, 2003.

Publicado
2020-06-10
Como Citar
Furquim Werneck Lima, E. (2020). Por uma historiografia da arquitetura teatral moderna e contemporânea no Ocidente. Artcultura, 22(40), 48-74. https://doi.org/10.14393/artc-v22-n40-2020-56960
Seção
Minidossiê: Teatro(s) & práticas artísticas