Ao redor do rap: economia, cultura e resistências juvenis no noroeste do México

  • Roberto Camargos

Resumo

OLVERA GUDIÑO, José Juan. Economías del rap en el noreste de México: empreendimentos y resistencias juveniles alrededor de la música popular. Ciudad de México: Ciesas, 2018, 274 p.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto Camargos

Doutor em História pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Pós-doutorando vinculado ao Programa de Pós-graduação em História da UFU. Bolsista PNPD/Capes. Autor de Rap e política: percepções da vida social brasileira. São Paulo: Boitempo, 2015. 

Referências

ANASTÁCIO, Edmilson Souza. Periferia é sempre periferia? Um estudo sobre a construção de identidades periféricas positivadas a partir do rap em Uberlândia-MG (1999-2004). Dissertação (Mestrado em História) – UFU, Uberlândia, 2005.

AZEVEDO, Amailton Magno. No ritmo do rap: música, cotidiano e sociabilidade negra – São Paulo, 1980-1997. Dissertação (Mestrado em História) – PUC-SP, São Paulo, 2000.

CAMARGOS, Roberto. Rap e política: percepções da vida social brasileira. São Paulo: Boitempo, 2015.

FELIX, João Batista de Jesus. Hip hop: cultura e política no contexto paulistano. Tese (Doutorado em Antropologia Social) — USP, São Paulo, 2005.

MAGALHÃES, Maria Cristina Prado Fleury. Hibridações locais e processos identitários: o rap em Goiânia e Aparecida de Goiânia. Dissertação (Mestrado em Música) – UFG, Goiânia, 2015.

SILVA, José Carlos Gomes da. Rap na cidade de São Paulo: música, etnicidade e experiência urbana. Uberlândia: Edufu, 2015.

SILVA, Rogério de Souza. A periferia pede passagem: trajetória social e intelectual de Mano Brown. Tese (Doutorado em Sociologia) – Unicamp, Campinas, 2012.

Publicado
2019-12-16
Como Citar
Camargos, R. (2019). Ao redor do rap: economia, cultura e resistências juvenis no noroeste do México. Artcultura, 21(39), 245 - 250. https://doi.org/10.14393/artc-v21-n39-2019-52039
Seção
Resenhas