Una ciudad efímera, una historia perdurable: narrativa y cultura visual en La primera fundación de Buenos Aires, de Oski y Fernando Birri

  • Amadeo Gandolfo

Resumo

Neste artigo reconstruímos brevemente a trajetória de Oscar Conti (Oski), desenhista, humorista gráfico e ilustrador argentino. Essa reconstrução visa sublinhar algumas características particulares de nosso sujeito que tem relação com seu estilo gráfico, tributário de uma grande cultura visual. Analisamos tal estilo sob o conceito de cultura visual, tentando traçar a sua particular mistura de imagens , tanto da “alta” como da “baixa” cultura. Da mesma maneira, examinamos a da narrativa de Oski sob a ótica das imagens individuais. Finalmente, nos detemos na colaboração entre Oski, Fernando Birri e León Ferrari no filme La primera fundación de Buenos Aires, procurando analisar a forma como os cineastas animam uma pintura estática de Oski. Como coexistem diversas imagens que são parte de sua cultura visual? Como se combinam imagem e narrativa na sua obra? De que modo a narrativa se desdobra através da montagem no filme? Estas são algumas questões para as quais buscamos respostas.

Palavras-chave: Oski; cultura visual; narrativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amadeo Gandolfo

Doutor en Ciências Sociais pela Universidad de Buenos Aires (UBA). Docente auxiliar (JTP: jefe de trabajos prácticos) da disciplina “El Lado B de la Sociología” do curso de Sociología da Facultad de Ciencias Sociales da UBA.

Publicado
2019-12-16
Como Citar
Gandolfo, A. (2019). Una ciudad efímera, una historia perdurable: narrativa y cultura visual en La primera fundación de Buenos Aires, de Oski y Fernando Birri. Artcultura, 21(39), 41 - 56. https://doi.org/10.14393/artc-v21-n39-2019-52025
Seção
Dossiê Quadrinhos & cultura visual: modos de ver e ler histórias