Chiclete com banana e com bacalhau: o rock nos dois lados do Atlântico

Adalberto Paranhos

Resumo


“A vida vem em ondas, como o mar”, já escreveu, com a mão de poeta, Vinicius de Moraes em “Dia da criação”. O rock, no entanto, foi mais do que uma onda que arrebentou em praias de todas as latitudes e longitudes. Verdadeiro tsunami, ele – especialmente a partir de meados dos anos 1950 – derrubou tradições, por mais que, dialeticamente, também se alimentasse delas, num movimento como que antropofágico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14393/ArtC-V19n35-2017-2-16