Tradução em debate: disputas pela história literária de Portugal entre Robert Southey e João Guilherme Cristiano Müller

André da Silva Ramos

Resumo


Neste artigo, apresento as disputas pela história literária de Portugal pelos letrados Robert Southey e João Guilherme Cristiano Müller a propósito da tradução de “Extratos em português e em inglês, com as palavras propriamente acentuadas para facilitar o estudo daquela língua”, publicado originalmente por Southey no periódico britânico Quartely Review, em 1809. João Guilherme Cristiano Müller traduziu o texto para o português em 1810, intitulando-o Memória sobre a literatura portuguesa. A partir da análise dos contextos de enunciação de ambos os textos em suas respectivas versões em inglês e português, exploro os horizontes de significação da história literária portuguesa e as disputas políticas, historiográficas e literárias entre os letrados, que enfrentavam o desafio comum da aceleração do tempo histórico e crise das representações em meio às guerras napoleônicas.

Palavras-chave: História da historiografia; História de Portugal; tradução.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14393/ArtC-V19n35-2017-2-11