Entre telas e fotos: retratos e a construção social do sorriso

Maria Izilda S. de Matos

Resumo


Numa perspectiva da construção histórica do sorriso, este texto pretende questionar os diferentes significados das representações sorridentes nos retratos (pintados e fotografados), rastreando como, de ocultos e discretos, os sorrisos foram, gradativamente, se tornando cada vez mais presentes. Contemporaneamente, a expansão dos cuidados odontológicos transformou padrões de beleza (incluindo sorrisos com dentes brancos, limpos e alinhados), somados à difusão de novas sensibilidades, práticas e comportamentos que reforçam a necessidade (quase obsessiva) de ser/estar sempre feliz e sorridente. A isso se associa o compromisso de perpetuar fotos com sorrisos, facilmente registrados por câmeras digitais e celulares e socializados rapidamente pelas redes sociais (milhares de selfs que circulam).

Palavras-chave: sorriso; retrato; fotografia.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14393/ArtC-V19n34-2017-1-12