A construção poética de Pina Bausch: os olhares para as cidades

Solange Pimentel Caldeira

Resumo



O presente artigo é uma reflexão sobre a relação entre a construção poética do Tanztheater de Wuppertal da diretora e coreógrafa alemã Pina Bausch e suas obras resultantes de ‘residências’ em diversas cidades. Cidades que são metrópoles inconscientes de sua história, cada uma com uma sugestão, uma imagem, uma poesia; cidades que coexistem na história, na memória e, principalmente, na imaginação e percepção daqueles que as habitam.


keywords:

PALAVRAS-CHAVE:


dança-teatro; cidades; construção poética.



ABSTRACT:


The present article is a reflection on the relation enters the poetical construction of the Tanztheater de Wuppertal of the director and German coreógrafa Pina Bausch and its resultant workmanships of residences ‘ in diverse cities. Cities that are unconscious metropolises of its history, each one with a suggestion, an image, a poetry; cities that coexist in history, the memory and, mainly, in the imagination and perception of that they inhabit them.


KEYWORDS:


dance-theater; cities; poetical construction.


Texto completo:

PDF