Sobre a Revista

Foco e Escopo

A revista Management in Perspective recebe submissões em fluxo contínuo, com periodicidade de publicação semestral.

A Management in Perspective publica artigos teóricos e empíricos, ensaios, resenhas bibliográficas e notas técnicas que privilegiam perspectivas interdisciplinares da Administração com outros campos de conhecimento (Antropologia, Computação, Contabilidade, Economia, Engenharias, Filosofia, Psicologia, Sociologia).

A interdisciplinaridade pode ser aplicada:

I - ao uso de conceitos e teorias de outro campo do conhecimento para responder uma questão ou solucionar um problema em Administração;

II - ao uso de métodos de outro campo do conhecimento que oferecem um avanço para a pesquisa em administração em organizações privadas, públicas e sem fins lucrativos; e/ou

III - ao diálogo entre as práticas da Administração e as práticas de saberes não científicos das artes, das tradições populares, das experiências e das práticas dos indivíduos no e com o mundo que gera novos campos de pesquisa em Administração.

 

As submissões podem ser orientadas para diferentes temáticas da Administração.

Tema 1: a estratégia e o papel do gestor e das organizações na dinâmica social, cultural, econômica e política: críticas e problemáticas das dinâmicas organizacionais no capitalismo contemporâneo; estudos organizacionais; teorias da administração; modelos de gestão; estratégia em organizações; tradicionais e novos modelos de negócios; ética e responsabilidade socioambiental; dentre outros.

Tema 2: marcas, mercados e consumo: práticas e modelos mercadológicos em diferentes setores da economia; comportamento do consumidor; relação entre cultura, sociedade e consumo; interatividade e novas tecnologias em ações mercadológicas; regulamentação e consumo; dentre outros.

Tema 3: operações, cadeia de valor e inovação: gestão da cadeia de suprimentos; gestão de operações industriais e de serviços; inovação; projetos; operações sustentáveis; tecnologia e sistemas de informação; logística; gerenciamento de processos; medição de desempenho e melhoria contínua; dentre outros.

Tema 4: dimensão humana e relações de trabalho: carreira, formação gerencial e empreendedora; teorias, práticas, políticas, programas e modelos de gestão de pessoas; aspectos psicossociais do trabalho e prazer/bem-estar e sofrimento do trabalhador; conhecimento e aprendizagem organizacional; identificação, colaboração e resistências no trabalho; dentre outros.

Tema 5: dimensão financeira, governança e comportamento dos agentes: teorias, decisões e modelos de estrutura de capital; decisões de investimento e de financiamento; fluxo de caixa e restrições financeiras; estudos sobre governança; estudos sobre desempenho, valor de mercado e risco; mercados e regulação; práticas financeiras em mercados emergentes; finanças internacionais; dentre outros.

A MiP publica artigos teóricos e empíricos, ensaios, resenhas bibliográficas e notas técnicas, conforme segue:

 I - artigos teóricos e empíricos:  o objetivo do artigo deve ir além da simples descrição e oferecer avanços teóricos, metodológicos ou para a prática. Artigos com o objetivo exclusivo de descrever uma prática gerencial, a aplicação de um modelo ou de uma ferramenta gerencial não serão aceitos. Os artigos devem apresentar uma consistente articulação entre objetivo, referencial teórico, metodologia (quando for o caso) e análise de resultados, uma seção de conclusão com destaque para as implicações da pesquisa. Artigos teóricos e empíricos devem atender ao propósito de desenvolvimento científico do campo, levando em conta a produção nacional e internacional.

 II - ensaio: o objetivo do ensaio deve ser o debate de e o inconformismo em relação a posições filosóficas. Quanto à forma e à linguagem, o ensaio deve ser um texto autoral (posicionamento pessoal do autor ou da autora) e escrito em linguagem didática (por vezes, poética), com estrutura mais livre. Diferente do artigo teórico, o ensaio contempla a defesa de uma tese pelo convencimento e persuasão em favor ou contra uma ideia, uma teoria, um método ou outro. O objetivo do ensaio é provocar a reflexão sobre questões do campo de estudo e não oferecer resultados de uma dada pesquisa (teórica ou de campo). No ensaio, por meio dos argumentos (devem ser apresentados em uma sequência e deve existir relação entre eles) e contra argumentos, o(a) autor(a) irá dialogar com o(a) leitor(a) e provocará reações de concordância ou discordância em relação à tese defendida. 

 III - resenhas bibliográficas: o objetivo da resenha é oferecer um guia para os leitores a respeito da produção científica no campo de conhecimento em administração. A resenha deve ir além da simples revisão de livros, para oferecer não apenas descrição, mas também análise crítica do material que será colocado em questão. A resenha deve:  (1)identificar e apresentar o material resenhado (título, informações sobre a trajetória e outras obras do autor, informações sobre o tradutor e outros dados bibliográficos); (2) informar de modo resumido a estrutura do material resenhado (tamanho da obra, capítulos e seções); (3) apresentar uma síntese da obra; (4) analisar criticamente a importância da obra e compará-la com outras produções sobre o assunto (contribuição científica, avanços teóricos, metodológicos ou prático) para o conhecimento da Administração em âmbito nacional e/ou internacional; (5) indicar o público leitor e os benefícios que a leitura da obra resenhada pode oferecer ou não para esse público; (6) apresentar as referências bibliográficas utilizadas para produzir a resenha. 

 IV - notas bibliográficas: o objetivo da nota bibliográfica deve ser comunicar e informar, de maneira resumida a publicação de material que ofereça contribuição nacional e internacional para o conhecimento em administração. Diferente da resenha, a nota não analisa o material.

Processo de Avaliação pelos Pares

No processo de avaliação serão considerados o mérito,  a forma e o conteúdo das submissões, em três etapas:

I - na primeira etapa (desk-review), o artigo será avaliado por seguir as políticas editoriais para publicação do periódico, incluindo questões de forma e conteúdo. Se aprovado, o artigo seguirá para a próxima etapa. Caso o artigo não seja aprovado na primeira etapa, ele será devolvido para os autores, que poderão realizar as mudanças e submetê-lo à revista em um novo processo. Na primeira etapa, editor(a)-chefe e editores(as)-adjuntos terão um prazo máximo de 15 dias (corridos), a partir da data do recebimento dos trabalhos, para comunicar aos autores os resultados da revisão de admissão (desk review) e informar o encaminhamento do mesmo para o processo de revisão;

II - na segunda etapa, o artigo será avaliado por pares (peer-review), a partir do método de revisão duplo cego (double-blind review). O artigo será avaliado por dois pareceristas do Comitê Científico ou pareceristsa ad hoc que farão a avaliação do mérito do trabalho. Os pareceristas terão um prazo de até 4 semanas para a apresentação dos pareceres, prazo contado a partir da data do envio eletrônico do trabalho. Estes prazos se aplicam também nos casos em que o trabalho seja encaminhado para um terceiro parecerista;

III - na terceira etapa, o parecer dos revisores é encaminhado para os autores. Para os trabalhos aceitos com restrições ou condicionado a alterações indicadas pelos revisores e pelo editor(a)-chefe, os autores terão o prazo de 3 semanas para o envio de uma nova versão, o mesmo prazo será dado aos pareceristas para a segunda avaliação. Se necessário, a etapa de ajustes/modificações pode se repetir até o parecer final de aprovação ou reprovação com a conclusão do processo por pareceristas e editor(a). Em casos de não aprovação, os autores serão comunicados e o processo será encerrado. Em casos de aprovação, quando a avaliação conclui pelo mérito do artigo, os autores também serão comunicados e o artigo seguirá para processo de edição final e de revisão (ortográfica e gramatical).

Na(s) etapa(s) em que o(s) ou a(s) autor(as/es) em submetem uma versão modificada do trabalho, também deve ser encaminhado um arquivo com uma carta circunstanciada e sem identificação da autoria do trabalho dirigida aos revisores e ao editor(a)-chefe com informações detalhadas sobre as alterações realizadas (ou não realizadas).

Em caso de conclusão do parecer para publicação do trabalho, será solicitada aos autores um arquivo com o título do artigo, os nomes dos autores, informação do vínculo institucional, endereço para correspondência, telefone e e-mail.

Em qualquer hipótese, a responsabilidade ética e científica dos artigos publicados pela revista é de seus autores.

 

Periodicidade

Semestral

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.