[1]
D. Eccel, “Schiller, Arendt e a fuga do reino das necessidades: estética, formação e política”, Educ. e Filos., vol. 32, nº 66, dez. 2018.