Editorial

  • Fillipa Silveira Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Palavras-chave: Editorial

Resumo

O presente número da Revista Educação e Filosofia traz aos nossos leitores fecundas reflexões sobre temas que passam do atual ao atualíssimo no âmbito educacional, filosófico e político. Em um momento político tão fortemente marcado pela necessidade de resistência e de reflexão com qualidade, as releituras de temas e conceitos já clássicos no domínio da educação e da filosofia são bem vindas e celebradas como excelentes instrumentos de incitação ao debate. Além disso, tentando acompanhar a exacerbação e a velocidade da dita “sociedade da informação”, alguns de nossos artigos lançam reflexões críticas sobre temas “novos”, suas “tecnologias”, e a não necessária decorrência, a partir disso, de um aprimoramento em nossa capacidade de comunicar, educar, produzir, pensar melhor.
Sem perder o rigor da análise e a precisão conceitual - risco maior das análises acadêmicas voltadas a questões hodiernas – nosso “contemporâneo” se vê representado em artigos sobre temas como decolonialidade, reprodutibilidade algorítmica, linguagem tecnocibernética. Além disso, alguns artigos nos brindam com as sempre bem vindas relações entre pensamento e arte – cinema, literatura – fusão motriz da capacidade imaginativa, tão potencialmente transformadora em termos educacionais e políticos. No fundo desses artigos, paira a dimensão estética do aprender, do pensar, do ensinar, constituindo importante ferramenta nos processos de reflexão e de engajamento, de enfrentamento do autoritarismo, do individualismo, da violência, e do embotamento da intelectualidade e da sensibilidade.
Encontramos esse espírito já no início deste volume, na entrevista com Francis Wolff, conduzida pelo professor Marcos Seneda. É sobre a “nossa” humanidade que versa o livro mais recente do filósofo francês, mas, já no início da entrevista, conhecemos um pouco mais do percurso de formação individual do autor, uma formação humanística, interdisciplinar, marcada por errâncias e encontros. Um caminho que se constitui como fecundo terreno para o desenvolvimento de uma reflexão filosófica crítica, que parte do espanto individual diante da existência, mas logo se conduz para o ver-se em um mundo, numa humanidade da qual fazer parte, e sobre a qual tecer formas de compreensão.
Na sequência, nosso volume contempla temas tradicionais como linguagem e ciência explorados sob um viés crítico.[...]

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fillipa Silveira, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Doutorado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Professora de Filosofia Contemporânea na Universidade Federal de Uberlândia (UFU). 

Publicado
2018-12-21
Como Citar
Silveira, F. (2018). Editorial. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 32(66). Recuperado de http://www.seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/47907
Seção
Editorial