A crítica cristã ao prazer epicureu

  • Rogério Lopes Santos Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Palavras-chave: Epicurismo, Cirenaismo, Padres Apologistas, Hedonismo

Resumo

O presente artigo tem o objetivo de apresentar e analisar as críticas e deturpações promovidas pelos Padres Apologistas acerca da Filosofia de Epicuro, mais especificamente a parte dessa Filosofia relativa à fruição dos prazeres. Para tanto, elegemos aqui quatro dos vários Padres Apologistas que criticaram e deturparam a Filosofia de Epicuro, a saber: Tito Flávio Clemente (150 a.C. - 215 d.C.), mais conhecido como Clemente de Alexandria; Justino de Nablus (ou Justino Mártir) (100/114 d.C. - 162/168 d.C.); Ambrósio Aurélio (340 d.C. - 397 d.C.) e Jerônimo de Estridão (347 d.C. - 407 d.C.).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-18
Como Citar
Santos, R. L. (2019). A crítica cristã ao prazer epicureu. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 33(67). Recuperado de http://www.seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/46815
Seção
Artigos