Martin Buber e a educação

  • José Maurício de Carvalho Instituto de Ensino Superior Presidente Tancredo de Almeida Neves (IPTAN)
Palavras-chave: Educação, Crença, Aprendizagem, Humanismo, Projeto Pedagógico

Resumo

Neste artigo estudam-se as teses de Martin Buber sobre educação sem perder de vista o que lhe confere sustentação. Como pano de fundo das suas ideias pedagógicas, encontram-se reflexões gerais, pressupostos do problema estudado. Para o filósofo, a educação individualista, com ênfase na liberdade pessoal e nacional, que foi desenvolvida no ocidente no espírito da Revolução Francesa perdeu a dimensão de universalidade. O ideal humanista se encontra em cada nação, mas quando o projeto pedagógico de um povo se resume à busca da liberdade pessoal e política, ele não alcança o humanismo universal. Ao contrário, somente quando os valores universais, tornam-se os guias do projeto pedagógico dessa nação é que ela realiza os ideais do humanismo universal. Tais ideais estariam presentes numa educação comunitária, quando todos os agentes escolares participam do processo educativo e onde todos os partícipes são protagonistas na criação da vida comunitária.

Palavras-chave: Educação. Crença. Aprendizagem. Humanismo. Projeto Pedagógico. 

Data de registro: 19/05/2017

Data de aceite: 21/02/2018

Martin Buber and the education

Abstract: In this paper, are studied the Martin Buber's theses about education and what gives it sustenance. Like background of your pedagogical ideas, are grounded general reflections, assumptions of the studied problem. To him, the individualist education, with emphasis in personal freedom and national liberty, developed in Western in the French Revolution spirit, lost the universality dimension. This ideal is found in each nation, but when the pedagogical project of a people is reduced to the pursuit of personal and political freedom, it cannot accomplish the universal humanism. On the contrary, only when the universal values become the guides of the pedagogical project of this nation, is that is can realize the ideals of the universal humanism. These ideals would be present in a community education, in which all of these school agents participate of the educative process and where all participants are protagonists in the creation of the community life.

Keywords: Education. Belief. Learning. Humanism. Pedagogical Project.

Martin Buber y la educación

Resumen: En este artículo se estudian las tesis de Martin Buber sobre educación y lo que le confiere ayuda. Como telón de fondo de sus ideales pedagógicos, se encuentran reflexiones generales, los supuestos del problema estudiado. Para el filósofo, la educación individualista, con énfasis en la libertad personal y nacional, que se desarrolló en occidente en el espíritu de la Revolución Francesa ha perdido la dimensión de universalidad. El ideal humanista se encuentra en cada nación, pero cuando el proyecto pedagógico de un pueblo se resume la búsqueda de libertad personal y política, él no alcanza el humanismo universal. Al contrario, solo cuando los valores universales se hacen los guías del proyecto pedagógico de esa nación es que ella realiza estes ideales. Ellos estarían presentes en una educación comunitaria, cuando todos los agentes escolares participan del proceso educativo y donde los partícipes son protagonistas en la creación de la vida comunitaria.

Palabras-clave: Educación. Creencia. Aprendizaje. Humanismo. Proyecto Pedagógico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Maurício de Carvalho, Instituto de Ensino Superior Presidente Tancredo de Almeida Neves (IPTAN)

Doutor em Filosofia pela Universidade Gama Filho (UGF). Professor da Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ) e do Instituto Presidente Tancredo Neves (IPTAN).

Referências

BUBER, Martin. Moisés. Buenos Aires, Imán, 1949.

______. Sionismo y Universalidad, antología de ensayos y discursos. 2. ed., Buenos Aires, Ediciones Porteñas, 1978. 290 p.

______. El humanismo hebreo y nuestro tempo. 2. ed., Buenos Aires, Ediciones Porteñas, 1978 b. 274 p.

______. Eu e Tu. São Paulo, Centauro, 2001. 150 p.

______. O socialismo utópico. São Paulo, Perspectiva, 2007. 200 p.

______. Sobre comunidade. São Paulo, Perspectiva, 2008. 136 p.

______. Do diálogo e do dialógico. São Paulo, Perspectiva, 2014. 171 p.

BARTHOLO JR., Roberto. Você e Eu, Martin Buber presença palavra. Rio de Janeiro, Garamond, 2001. 116 p.

CARVALHO, José Mauricio de. Introdução à filosofia da razão vital de Ortega y Gasset. Londrina, Cefil, 2002. 499 p.

______. Vivendo o sentido, a liberdade, a crença e a esperança. Saarbrücken, Novas Edições Acadêmicas, 2017, 58 p.

GADAMER, Hans Georg. O problema da consciência histórica. Vila Nova de Gaia, Estratégias Criativas, 1998. 89 p.

GARAUDY, Roger. Perspectivas do homem. 2. ed., Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1966. 355 p.

HEGEL, G. W. F. Introdução à história da filosofia. 4. Ed., São Paulo, Nova Cultural, 1988 (Os pensadores). p. 83-158.

HEINEMANN, F. A filosofia no século XX. 2. ed., Lisboa, Calouste Gulbenkian, 1979. 574 p.

JASPERS, Karl. Iniciação Filosófica. Lisboa, Guimarães, 1987. 159 p.

KANT, Emmanuel. Sobre a discordância entre a Moral e a Política, a propósito da paz perpétua. In: Textos Seletos. 2ª ed., Petrópolis, Vozes, 1985. p. 130-153.

______. Fundamentação da metafísica dos costumes. Lisboa, Edições 70, 1986. 119 p.

ORTEGA Y GASSET, José. La rebelión de las masas. Obras Completas. v. IV, 2ª reimpresión, Madrid, Alianza, 1994. p. 143-309.

______. Ensimismamiento y alteración. Obras Completas. v. V, 2ª reimpresión, Madrid, Alianza, 1994. p. 295-315.

______. La ideia de principio en Leibniz y la evolución de la teoría deductiva. Obras Completas. v. VIII, 2ª reimpresión, Madrid, Alianza, 1994. p. 63-356.

SIDEKUM, Antônio. A intersubjetividade em Martin Buber. Porto Alegre, Escola Superior de Teologia São Lourenço de Brindes; Caxias, Unisinos, 1979. 112 p.

VERÍSSIMO, Luiz José. A ética da reciprocidade, diálogo com Martin Buber. Rio de Janeiro, UAPÊ, 2010. 201 p.

VON ZUBEN, Aquiles. Martin Buber, cumplicidade e diálogo. Bauru, EDUSC, 2003. 232 p.

Publicado
2018-12-21
Como Citar
de Carvalho, J. M. (2018). Martin Buber e a educação. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 32(66). https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v32n66a2018-09
Seção
Artigos