Doação e Ser

  • Martina Korelc Universidade Federal de Goiás (UFG).
Palavras-chave: Doação. Ser. Fenômeno. Subjetividade.

Resumo

* Doutora em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professora da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Goiás (UFG), Campus Samambaia, Goiânia.

Doação e Ser

Resumo: O artigo investiga a interpretação que Marion faz da compreensão husserliana da relação entre ontologia e fenomenologia, entre doação e ser. O autor objeta a Husserl a redução do sentido do ser ao ser dos objetos e propõe primeiramente uma concepção do fenômeno e da subjetividade que dispensa o ser. Na medida, porém, em que se aprofunda o conceito da doação, capaz de evidenciar e superar os limites da associação entre objetividade e fenômeno, muda a concepção do ser, sobretudo do ser da subjetividade e o seu papel no aparecer. Argumento que há razões para voltar a perguntar sobre o ser a partir da primazia fenomenológica da doação.

Palavras-chave: Doação. Ser. Fenômeno. Subjetividade.

Donation and Being

Abstract: The paper examines a Marion's interpretation of a relation between donation and being in Husserl. The author disagrees with Husserl on the identification of the meaning of being with objective being and proposes, at first, a concept of phenomenon and of subjectivity without being. But the development of the meaning of donation leads to the concept of phenomenon not limited to objectivity; the concept of being changes, as well as the comprehension of subjectivity and its role in the appearing of phenomena. I argue that there are reasons to investigate about being on the basis of the phenomenological primacy of donation.

Keywords: Donation. Being. Phenomenon. Subjectivity.

Donazione e essere

Riassunto: Il testo presenta l'interpretazione che Jean-Luc Marion fa della relazione tra ontologia e fenomenologia e tra donazione ed essere in Husserl. Il suddetto autore contesta a Husserl la riduzione del senso dell'essere all'essere deglio ggetti e propone inizialmente una concezione del fenomeno e della soggettività senza l'essere. Peró, nella misura in cui si approfondisce il concetto della donazione, atto ad evidenziare e superare i limiti dell'associazione tral'oggettività e il fenomeno, cambia la concezione dell'essere, soprattutto dell'essere della soggettività e il suo ruolo nel processo dell'apparire. Sostengo checi sono buone ragioni per ritornare alle domande sull'essere a partire dalla priorità fenomenologica della donazione.

Parole chiavi: Donazione. Essere. Fenomeno. Soggettività.

Data de registro: 12/09/2016

Data de aceite: 26/10/2016 

Referências: 

,HUSSERL, Edmund. Cartesianische Meditationen und Pariser Vorträge. Stephan Strasser (Hrsg). Husserliana I. The Hague: MartinusNijhoff, 1973.

_____. Die Idee der Phänomenologie. Fünf Vorlesungen. Walter Biemel (Hrsg). Husserliana II. The Hague: Martinus Nijhoff, 1950.

_____. Erste Philosophie (1923/24). Zweiter Teil: Theorie der phänomenologischen Reduktion. Rudolf Boehm (Hrsg.). Husserliana VIII. The Hague: Martinus Nijhoff, 1959.

_____. Ideen zu einer reinen Phänomenologie. Erstes Buch: Allgemeine Einführung in die reine Phänomenologie. Karl Schuhmann (Hrsg). Husserliana III.The Hague: Martinus Nijhoff, 1976.

_____. Transzendentaler Idealismus. Texte aus dem Nachlass (1908-1921). Robin D. Rollinger (Hrsg.). Husserliana XXXVI. Dordrecht: Kluwer Academic publishers. 2003. http://dx.doi.org/10.1007/978-94- 007-1062-7

_____. Zur Phänomenologie der Intersubjektivität. Texte aus dem Nachlass. Dritter Teil: 1929-1935. Iso Kern. (Hrsg.) Husserliana XV. The Hague, Netherlands: MartinusNijhoff, 1973. http://dx.doi.org/10.1007/978-94-010-2474-7

MARION, Jean-Luc. De surcroit. Études sur les phénomènes saturés. Paris: PUF, 2001. (DS).

_____. Étant donné. Essai d'une phénoménologie de la donation. 2. éd. Paris: PUF, 1998. (ED).

_____. Le visible et le révélé. Paris: Les Éditions du Cerf, 2005. Tradução portuguesa. O visível e o revelado. Tradução de Joaquim Pereira. São Paulo: 2010. (VR).

_____. Réduction et donation. Recherches sur Husserl, Heidegger et la phénoménologie. Tradução inglesa: Reduction and Givenness. Investigations of Husserl, Heidegger and Phenomenology. Tradução de Thomas A. Carlson. Evanston: Northwestern University Press, 1998. (RD)

STEIN, Edith. Endliches und ewiges Sein. Versuch eines Aufstiegs zum Sinn des Seins. Freiburg: Herder, 2006.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Martina Korelc, Universidade Federal de Goiás (UFG).

Doutora em Filosofia  pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professora da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Goiás (UFG), Campus Samambaia, Goiânia.

Publicado
2016-12-16
Como Citar
Korelc, M. (2016). Doação e Ser. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 30(2016ESP), 63-86. https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v30nEspeciala2016-p62a86
Seção
Dossiê: Marion