Exclusão social: esboço de uma crítica ontológica marxiana

Rafael Rossi

Resumo


* Doutor em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita (UNESP). Professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). E-mail: rafael.rossi@ufms.br
 

Exclusão social: esboço de uma crítica ontológica marxiana

Resumo: o conceito de exclusão social tem sido debatido nas últimas décadas tanto no plano teórico acadêmico, quanto nas orientações de algumas políticas públicas. A partir da dissertação de mestrado que desenvolvemos na área de geografia, apresentamos uma reflexão com base em pesquisa bibliográfica a respeito da exclusão social com objetivo de contribuir com o debate e entendimento desta polêmica. Neste artigo, debatemos os principais argumentos presentes nas análises sobre o conceito de exclusão social e contrapomos estas proposituras com o esboço de uma crítica que se baseia na ontologia marxiana. Assim, explicitaremos a divergência metodológica nestas duas abordagens antagônicas.

Palavras-chave: exclusão social. Classe trabalhadora. Modo de produção capitalista.

Social exclusion: outline of a marxist critique

Abstract: the concept of social exclusion has been debated in recent decades both in academic theory, as in some public policy guidelines. From the master's thesis we have developed in the field of geography, we present a reflection based on literature about social exclusion in order to contribute to the debate and understanding of this controversy. In this article, we discussed the main arguments present in the analysis of the concept of social exclusion and counter pose these propositions with the outline of a critique that is based on the marxist perspective. So we explain the methodological divergence in these two antagonistic approaches.

Keywords: social exlcusion. Working class. Capitalist mode of production.

 

Exclusión social: esquema de uma crítica ontología marxiana

Resumen: el concepto de exclusión social ha sido objeto de debate en las últimas décadas, tanto en la teoría académica, ya que en algunos lineamientos de política pública. A partir de la tesis de maestría que hemos desarrollado en el campo de la geografía, presentamos una reflexión a partir de la literatura de investigación sobre la exclusión social con el fin de contribuir al debate y la comprensión de esta controversia. En este artículo, discutimos los principales argumentos presentes en el análisis del concepto de exclusión social y oponemos estas proposiciones con el esquema de una crítica que se basa en la ontología marxista. Así explicitaremos divergencia metodológica en estos dos enfoques antagónicos.

Palabras clave: exclusión social. Classe trabajadora. Modo de producción capitalista

 

Data de registro: 11/08/2016

Data de aceite: 18/01/2017

 

Referências

 

COSTA, A. F. Exclusões Sociais. 2. ed. Lisboa: Gradiva, 2001.

 

DUPAS, G. A lógica da economia global e a exclusão social. Revista Estudos Avançados, São Paulo, n. 34, v. 12, set./dez.1998.

 

DURANA, A. A. G. El concepto de exclusión em política social. Documento de Trabajo 02-01. Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC). 2002.

 

FRASER, N. Injustice at Intersecting Scales: On Social Exclusion and the Gobal Poor. European Journal of Social Theory, n. 13, v. 3. 2010. Disponível em: http://journals.sagepub.com/doi/pdf/10.1177/1368431010371758. Acesso em: 24 out. 2014.

 

GUARESCHI, P. A. Pressupostos psicossociais da exclusão: Competitividade e Culpabilização. In: SAWAIA, B. As artimanhas da exclusão – Análise psicossocial e ética da desigualdade social. Petrópolis: Vozes, 2001.

 

LESSA, S. Trabalho e Proletariado no Capitalismo Contemporâneo. São Paulo: Cortez, 2007.

 

______. Mundo dos homens: Trabalho e Ser Social. 3. ed. São Paulo: Instituto Lukács, 2012.

 

LUKÁCS, G. Para uma ontologia do ser social – Volume II. São Paulo: Boitempo: 2013.

 

MARX, K. Crítica da Filosofia do Direito de Hegel. São Paulo: Boitempo, 2010.

 

MÉSZÁROS, I. Para Além do Capital. São Paulo: Boitempo, 2002.

 

______. A montanha que devemos conquistar: reflexões acerca do Estado. São Paulo: Boitempo, 2015.

 

NETTO, J. P. Introdução ao estudo do método de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

 

______. Uma face contemporânea da barbárie. Revista Novos Rumos, Marília, v. 50, n. 1, p. 01 – 39, 2013.

 

PIMENTEL, E. Uma “Nova questão social”? Raíses materiais e humano-sociais do pauperismo de ontem e de hoje. São Paulo: Instituto Lukács, 2012.

 

ROSSI, R. Uma contribuição geográfica para a problematização da perspectiva territorial nas políticas públicas: análise espacial a partir do Índice de Desenvolvimento das Famílias em Presidente Prudente – SP. 2012. 110 f Dissertação (Mestrado em Geografia) UNESP, Faculdade de Ciências e Tecnologia de Presidente Prudente, 2012.

 

SAWAIA, B. Inclusão ou Exclusão Perversa? In: SAWAIA, B. As artimanhas da exclusão – Análise psicossocial e ética da desigualdade social. Petrópolis: Vozes, 2001.

 

TONET, I. Democracia ou Liberdade. Maceió: EDUFAL, 2004.

 

______. Educação, Cidadania e Emancipação Humana. Ijuí: Unijuí, 2005.

 

______.; NASCIMENTO, A. Descaminhos da esquerda: da centralidade do trabalho à centralidade da política. São Paulo: Alfa-Omega, 2009.

 

______. Método Científico – Uma abordagem ontológica. São Paulo: Instituto Lukács, 2013.

 

WANDERLEY, M. B. Refletindo sobre a noção de exclusão. In: SAWAIA, B. As artimanhas da exclusão – Análise psicossocial e ética da desigualdade social. Petrópolis: Vozes, 2001.

 


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Rafael Rossi

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

   


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN Impresso: 0102-6801  e  ISSN Eletrônico: 1982-596X

Revista Qualis A2 em Educação e  B1 em Filosofia, ano base de 2015.

Associada às bases de dados: Repertoire Bibliographique dela Philosophie, The Philosopher’s Index, CIAFIC, SHS/DC, IRESIE, LATINDEX,  Refdoc, Biblioteca Brasileira de Educação, Sumários de Revistas Brasileiras, DIADORIM, EDUC@, PhilPapers Journal.

  

 

A Revista Educação e Filosofia está vinculada a: 

 

Atribuição de Registro DOI: