O hábito da reprodução de teorias: produção e ensino de Filosofia no Brasil contemporâneo

Suze Oliveira Piza

Resumo


* Doutora em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora de Filosofia na Universidade Federal do ABC (UFABC). Pesquisadora de pós-doutorado e professora colaboradora no Departamento de Filosofia (IFCH) UNICAMP.

O hábito da reprodução de teorias: produção e ensino de Filosofia no Brasil contemporâneo

Resumo: O artigo tem como objeto principal apresentar a tendência à reprodução de teorias filosóficas em nossas universidades e escolas, bem como o impacto negativo dessa prática na formação do filósofo e na própria presença da Filosofia no Brasil. Para tanto, considera-se a tradição latino-americana que discorre desde os anos 1960 sobre a existência de Filosofia na América Latina, o que possibilitou uma crítica da forma brasileira de se relacionar com a tradição do pensamento filosófico ocidental. A prática da produção persistente de comentários filosóficos das teorias consagradas se mostra inadequada como modelo para o pensar, disso só decorre uma modalidade de conhecimento estéril que incentiva a subserviência, a ausência de pensamento e a alienação. O saldo desse cenário é que em todos os níveis da educação formal há uma heteronomia generalizada que contraria por princípio a própria natureza da atitude filosófica e as diretrizes de ensino de Filosofia no País.

Palavras-chave: Reprodução de teorias. Formação do filósofo. Brasil.

The practice of reproducing theories: creating and teaching Philosophy in contemporary Brazil

Abstract: The main objective of this article is to present the tendency used in Brazilian universities and schools to reproduce philosophical theories, as well as the negative impact that this practice has on the education of new philosophers and the presence of Philosophy itself in Brazil. To achieve this, we consider the Latin American tradition that since the 1960s has deliberated the existence of Philosophy in Latin America, making it possible to form a critique, from the point of view of how Brazilians relate to the tradition of western philosophical thinking. The practice of persistently producing only philosophical commentaries of consecrated theories appears to be inadequate as a model for this line of thought, as the result is sterile knowledge that encourages subservience, an absence of thought and estrangement. The outcome of this is that at all levels of formal education, there is a generalized heteronomy, which would contradict, in principle, the very nature of the philosophical attitude and the guidelines for teaching Philosophy in Brazil.   

Key words: Reproducing theories. Education philosophers. Brazil.

El hábito de la reproducción de las teorías: producción y enseñanza de Filosofía en el Brasil contemporáneo

Resumen: El artículo tiene como objeto principal presentar la tendencia a la reproducción de teorías filosóficas en nuestras universidades y escuelas, así como el impacto negativo de esa práctica en la formación del filósofo y en la propia presencia de la Filosofía en Brasil. Para ello, se considera la tradición latinoamericana que discurre desde los años 60 sobre la existencia de Filosofía en América Latina, lo que posibilitó una crítica de la forma brasileña de relacionarse con la tradición del pensamiento filosófico occidental. La práctica de la producción persistente de comentarios filosóficos de las teorías consagradas se muestra inadecuada como modelo para el pensar, de ello sólo se deriva una modalidad de conocimiento estéril que incentiva la subordinación, la ausencia de pensamiento y la alienación. El saldo de ese escenario es que en todos los niveles de la educación formal hay una heteronomía generalizada que contraría por principio la propia naturaleza de la actitud filosófica y las directrices de enseñanza de Filosofía en el país.

Palabras clave: reproducción de teorías, formación del filósofo, Brasil.


Palavras-chave


Reprodução de teorias. Formação do filósofo. Brasil.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Suze Oliveira Piza

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

   


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN Impresso: 0102-6801  e  ISSN Eletrônico: 1982-596X

Revista Qualis A2 em Educação e  B1 em Filosofia, ano base de 2015.

Associada às bases de dados: Repertoire Bibliographique dela Philosophie, The Philosopher’s Index, CIAFIC, SHS/DC, IRESIE, LATINDEX,  Refdoc, Biblioteca Brasileira de Educação, Sumários de Revistas Brasileiras, DIADORIM, EDUC@, PhilPapers Journal.

  

 

A Revista Educação e Filosofia está vinculada a: 

 

Atribuição de Registro DOI: