Abordagem quanti-qualitativa: superação da dicotoamia quantitativa-qualitativa na pesquisa em educação

Kellcia Rezende Souza, Maria Teresa Miceli Kerbauy

Resumo


* Mestre em Educação pela Universidade Federal da Grande Dourados (2012). Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da Universidade Estadual Paulista (Unesp) – Araraquara-SP

** Doutora em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Professora do Departamento de Antropologia Política e Filosofia da Universidade Estadual Paulista (Unesp) – Araraquara-SP

Abordagem quanti-qualitativa: superação da dicotoamia quantitativa-qualitativa na pesquisa em educação

Resumo: Uma das grandes discussões que tem sido alvo de constantes debates acadêmicos nas ciências humanas, concernente aos estudos sobre metodologia científica, é a predominância da abordagem qualitativa sob a quantitativa. Considerando tal realidade, o objetivo deste estudo consiste em analisar a abordagem de pesquisa quanti-qualitativa, dando ênfase a suas aplicações no campo educacional. O trabalho apresenta as diferenciações entre as abordagens quantitativa e qualitativa e, posteriormente, a análise do debate da literatura da área, que defende a convergência de ambas as abordagens como alternativa a ser seguida nas ciências humanas, superando a dicotomia quantitativa-qualitativa. Esta defesa se pauta no entendimento que o qualitativo e o quantitativo se complementam e podem ser utilizados em conjunto nas pesquisas, possibilitando melhor contribuição para compreender os fenômenos educacionais investigados, que a cada vez mais se apresentam a partir de múltiplas facetas.

Palavras-chave: Metodologia de pesquisa. Pesquisa educacional. Qualitativo. Quantitativo. Quanti-qualitativo.

Quanti-qualitative approach: quantitative-qualitative dicotamyary survey in research in education

Abstract: One of the large discussions that have been the target of constant academic debates in the humanities, concerning the study of scientific methodology, is the predominance of the qualitative approach under the quantitative. Considering this fact, the aim of this study is to analyze the quanti-qualitative approach, emphasizing their applications in the educational field. The paper presents the differences between quantitative and qualitative approaches and then the analysis of the debate of the literature of the area, which advocates the convergence of both approaches as an alternative to be followed in the human sciences, exceeding the quantitative-qualitative dichotomy. This defense is guided on the understanding that the qualitative and quantitative complement each other and can be used in conjunction in the researches, enabling better contribution to understand the educational phenomena investigated, that ever more are presented from multiple facets.

Keywords: Research methodology. Educational research. Qualitative. Quantitative. Quanti-qualitative.

Enfoque cuantitativo y cualitativo: la superación de la dicotomia cuantitativa-cualitativo em la investigación em educación

Resumen: Uno de los grandes debates que han sido objeto de constantes debates académicos en humanidades, en relación con el estudio de la metodología científica, es el predominio del enfoque cualitativo en lo cuantitativo. Teniendo en cuenta este hecho, el objetivo de este estudio es analizar el enfoque de investigación cuantitativa y cualitativa, con énfasis en sus aplicaciones en el campo de la educación. El artículo presenta las diferencias entre lo cuantitativo y lo cualitativo y lo posteriormente el análisis de la literatura en esta área debate, que apoya la convergencia de ambos enfoques como alternativas a seguir en las ciencias de la vida, la superación de la dicotomía cuantitativo y cualitativo. Esta defensa se guía en la comprensión del complemento cualitativa y cuantitativa entre sí y se puede utilizar juntos en las urnas, lo que permite una mejor contribución a la comprensión de los fenómenos educativos investigados, la cada vez más presente de múltiples facetas.

Palabras clave: Metodología de la investigación. La investigación educativa. Cualitativa. Cuantitativa. Cuantitativa y cualitativa.

Data de registro: 24/02/2015

Data de aceite: 18/11/2015

Referências:

ANDRÉ, M. E. D. A. de. Etnografia da prática escolar. 7. ed. Campinas: Papirus,

2002.

BAUER, Martin W.; GASKELL, George; ALLUM, Nicholas C. Qualidade, quantidade e interesses do conhecimento: evitando confusões. In: ______. (Org.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2008.

BORGES, Maria C.; DALBERIO, Osvaldo. Aspectos metodológicos e filosóficos que orientam as pesquisas em educação. Revista Iberoamericana de Educación, n. 43, p. 1–10, Jul. 2007.

BRÜGGEMANN, Odália M.; PARPINELLI, Mary A. Utilizando as abordagens quantitativa e qualitativa na produção do conhecimento. Revista Escola Enfermagem USP, n. 42, p. 563–568, Mar. 2008.

CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa em ciências humanas e sociais. São Paulo: Cortez, 2003.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativos, quantitativos e mistos. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

CRESWELL, John W.; CLARK, Vicki L. Pesquisa de métodos mistos. Porto Alegre: Penso, 2007.

DENZIN, Norman K. LINCOLN, Ivonna S. Introdução: a disciplina e a prática da pesquisa qualitativa. In: DENZIN, Norman; K. LINCOLN, Ivonna S. (Org.). O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. Porto Alegre: Artmed, 2006.

ESTEBAN, Maria Paz Sandín. Pesquisa qualitativa em educação: fundamentos e tradições. Porto Alegre: AMGH, 2010.

FERRARO, Alceu R. Quantidade e qualidade na pesquisa em educação, na perspectiva da dialética marxista. Pro-Posições, Campinas, v. 23, n. 1 (67), p. 129–146, jan./abr. 2012

FLICK, U. Uma introdução à pesquisa qualitativa. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2004.

GATTI, Bernardete Angelina. A construção da pesquisa em educação no Brasil. Brasília: Plano Editora, 2002.

________. Estudos quantitativos em educação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 1, p. 11–30, jan./abr. 2004.

GAMBOA, Sílvio Sanchez. Quantidade-qualidade: para além de um dualismo técnico e de uma dicotomia epistemológica. In: SANTOS FILHO, José Camilo; GAMBOA, Sílvio Sanchez (Org.). Pesquisa Educacional: quantidade-qualidade. São Paulo: Cortez, 1995.

________. Pesquisa em educação: métodos e epistemologias. Chapecó: Argós, 2007.

GONDIM, Sônia M. G. Grupos focais como técnica de investigação qualitativa: desafios metodológicos. Paidéia, Ribeirão Preto, v. 12, n. 24, p. 149–161, 2002.

GRAMSCI, A. Concepção dialética da história. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira,

1995.

GROULX, Lionel-Henri. Contribuição da pesquisa qualitativa à pesquisa social. In: POUPART, Jean et a.l (Org.). A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis: Vozes, 2008.

GUNTHER, Hartmut. Pesquisa Qualitativa Versus Pesquisa Quantitativa: esta é a questão? Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 22, n. 2, p.201–210, 2006.

KOSIK, K. Dialética do concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

KUENZER, Acacia Zeneida; MORAES, Maria Célia Marcondes de. Temas e tramas na pós-graduação em educação. Educação e Sociedade, Campinas, v. 26, n. 93, p. 1341–1362. Dez. 2005.

LAPERRIÈRE, Anne. Os critérios de cientificidades dos métodos qualitativos. In: POUPART, Jean et al (Org.). A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis: Vozes, 2008.

LÖWY, M. Ideologias e ciência social: elementos para uma análise marxista. São Paulo: Cortez, 1985.

MINAYO, Maria C. Souza. Ciência, técnica e arte: o desafio da pesquisa social. In: ______. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 1994.

MINAYO, M. C. S; SANCHES, O. Quantitativo-Qualitativo: Oposição ou complementaridade? Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 9, n. 3, p. 239–262, jul./sep. 1993.

MAY, Tim. Pesquisa social: questões, métodos e processos. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2004.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

SANTOS, B. S. Um discurso sobre as ciências. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2004.

SANTOS FILHO, José C. Pesquisa quantitativa versus pesquisa qualitativa: o desafio paradigmático. In: SANTOS FILHO, José Camilo; GAMBOA, Sílvio Sanchez (Org.). Pesquisa Educacional: quantidade-qualidade. São Paulo: Cortez, 1995.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Pós-Graduação e pesquisa: o processo de produção e sistematização do conhecimento. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 9, n. 26, p. 13 – 27, jan./abr. 2009.

THIOLLENT, Michel Jean-Marie. Aspectos qualitativos da metodologia de pesquisa com objetivos de descrição, avaliação e reconstrução. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 49, p. 45–50, 1984.


Palavras-chave


Metodologia de pesquisa. Pesquisa educacional. Qualitativo. Quantitativo. Quanti-qualitativo.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Kellcia Rezende Souza, Maria Teresa Miceli Kerbauy

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

   


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN Impresso: 0102-6801  e  ISSN Eletrônico: 1982-596X

Revista Qualis A2 em Educação e  B1 em Filosofia, ano base de 2015.

Associada às bases de dados: Repertoire Bibliographique dela Philosophie, The Philosopher’s Index, CIAFIC, SHS/DC, IRESIE, LATINDEX,  Refdoc, Biblioteca Brasileira de Educação, Sumários de Revistas Brasileiras, DIADORIM, EDUC@, PhilPapers Journal.

  

 

A Revista Educação e Filosofia está vinculada a: 

 

Atribuição de Registro DOI: